O maior portal vegano do brasil • No ar desde 2007.
Facebook Twitter Android LinkedIn Flickr
Loja Vista-se Clube Vista-se
03/11/2011 às 11:14 – 824 visualizações

Mary Kay não é livre de crueldade nem aqui, nem na China

Fabio Chaves
Do Vista-se

Por Fernanda Tripode, do Elas Vegans | No dia 30 de outubro p.p., tivemos o “1º festival vegetariano do ABC” e a empresa “Mary Kay”, esteve no evento, vendendo seus produtos, informando à todos ser uma empresa que não utiliza animais para testar seus produtos.

Em seu website do “Mary Kay Brasil” diz que não testa em animais – conforme a informação da própria vendedora no festival.
Verifiquei em muitos sites e blogs de dicas cruelty-free que a empresa “Mary Kay”, aparecia como “dica vegan”, pela razão de que em 1999 a empresa assinou um documento da PETA, se comprometendo como uma empresa permanente em não utilizar testes em animais.
Porém, ao buscar maiores informações sobre a referida empresa (Mary Kay), verificamos que trata-se de uma empresa sediada em Dallas, Texas – EUA e ao perguntar sobre os testes em animais diretamente na “Mary Kay americana”, recebemos a seguinte resposta:

“Mary Kay Inc. is committed to the elimination of animal testing, and is an advocate of utilizing alternative methods of substantiating product safety. We do not conduct animal testing on our products or ingredients, nor ask others to do so on our behalf, except when required by law. For more than two decades, we have been a leader in helping to develop alternative methods of testing product safety. This commitment continues today, in partnership with global regulatory agencies that manage cosmetic safety, in an effort to gain global acceptance of these new approaches.
For specific ingredient questions please contact us at the number listed below and ask for Medical Relations.”

Quando responderam…

“….que estão comprometidos com a eliminação de testes em animais ….que não realizam testes , por mais de duas décadas, tem sido um líder para ajudar a desenvolver métodos alternativos de testes de segurança do produto…exceto quando exigido por lei…”

… Tinha que desconfiar !

Ao ver a “listinha negra” da PETA, lá estava a Mary Kay. Veja:
Empresas que fazem testes em animais

Então, enviei mensagem à PETA, para sanar a dúvida com relação a marcar “Mary Kay”. Afinal:

1- Por que no website brasileiro a “Mary Kay” é categórica ao afirmar que não testa em animais ?
2- Por que muitos sites / blogs de dicas cruelty-free fornecem como dica a empresa “Mary Kay” ?
3- Por que após o documento assinado com a PETA para não utilizar testes em animais desde 1999, AINDA CONSTAR NA LISTA NEGRA DA PETA ?

Enfim…

Por que com todos os indícios em ser uma empresa cruelty-free ainda constar na lista da PETA, como empresa que “faz testes em animais” ?

Resposta:

Dear Ms. Tripode,

Thank you for contacting us about Mary Kay. Mary Kay was included on PETA’s cruelty-free list for more than two decades, so we were stunned to learn that it ispaying for tests on animals in China. This means that Mary Kayno longer qualifies to be listed at cruelty-free, and we have movedit from our list of companies that have permanently banned all tests on animals to our list of companies that do test on animals.

Because tests on animals are required by the Chinese government before many cosmetics products can be marketed in China, some companies choose not to sell their products there.

Ou seja…

Mary Kay, testa em animais, para comercializar seus produtos na China, vez que é obrigatório a utilização de testes em animais na China para o comércio de cosméticos. Por isso voltou para a listinha má da PETA.

Testando em animais na China para comercializar seus produtos e informando que não testa seus produtos em outros países, não a faz livre de crueldade aqui e nem em qualquer outro país.

Mary Kay não é livre de crueldade nem aqui e nem na China.

Conforme verifica-se na própria resposta da PETA, muitas empresas se negam a vender produtos na China, pela razão de ser obrigatório o uso de testes em animais.

No final da mensagem, PETA nos informa que está trabalhando no sentido de treinar cientistas chineses para utilizar métodos alternativos que são utilizados nos EUA. Também, estão pedindo ajuda à “Mary Kay”, para acelerar esse processo. Veja:

Through a generous grant given to PETA, we are now supporting the efforts of the Institute for In Vitro Sciences (http://www.iivs.org/), which is providing training for scientists in China in the use of non-animal test methods and working with officials to accept the non-animal methods that are used in the U.S., the European Union, and much of the world. We are urging Mary Kay to contribute significantly to this effort to hasten the process.

Envie mensagens à empresa Mary Kay , deixe sua opinião sobre os testes na CHINA. Demonstre repúdio, inclusive , para Mary Kay do Brasil. Informe à todos os amigos/familiares sobre a “Mary Kay”.

Olhos bem abertos para toda empresa. Uma empresa que testa em animais, pode estar inclusive em evento vegetariano e, você nem imaginar, que ela possa testar seus produtos em animais, como aconteceu nesse caso.

Lembrem-se: uma empresa pode lhe afirmar categoricamente que não testa em animais, porém, a informação tem que ser extraída, inclusive, do laboratório químico que presta os serviços para essa empresa na elaboração da composição, pois, no laboratório pode ser utilizado animais para testes.

Elas vegans e os animais, agradecem Fabiana Guerrero que manteve contato direto no Festival Vegetariano e trouxe a marca em questão para pesquisarmos e buscarmos uma informação precisa. Caso não tivesse levantado a questão sobre a marca, “Mary Kay” continuaria vendendo seus produtos como se fosse “livre de crueldade”, enquanto os animais na China são torturados e mortos para comercializar seus produtos.

Fonte: Elas Vegans

Publicidade:

Compartilhe:FacebookTwitterGoogle+tumblrEmail