O maior portal vegano do brasil • No ar desde 2007.
Facebook Twitter Android LinkedIn Flickr
Loja Vista-se Clube Vista-se
06/08/2014 às 10:57 – 869 visualizações

Paul Watson, da Sea Shepherd, apoia campanha por animais da cidade de Petrópolis, no Rio

Gente como a gente.

Fabio Chaves
Do Vista-se

Paul Watson fundou a Sea Shepherd e é um dos mais conhecidos e respeitados ativistas internacionais da causa animal. Sua ONG atua nos mares gelados salvando baleias dos navios de caça japoneses e também em campanhas educacionais pela vida marinha. Muitas vezes, a Sea Shepherd entra em confronto direto com os navios japoneses, gerando imagens impressionantes. Essa movimentação ajudou a chamar a atenção da mídia internacional para o problema da caça às baleias.

Durante uma feira vegana no último sábado (2) em Paris, na França, uma aparição inesperada: o capitão Paul Watson visitou um estande de sua ONG onde voluntários faziam divulgação e venda de produtos. Entre uma foto e outra, Paul sentou em uma mesinha e saboreou um prato vegano.

A brasileira Juliana Marques, que mora em Paris, tem uma forte relação com a cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, onde morou por alguns anos. Por presenciar maus-tratos aos animais em veículos de tração na cidade carioca, Juliana decidiu iniciar uma campanha pelo fim do uso de cavalos em charretes em Petrópolis. O uso deste tipo de veículo é uma tradição na cidade e é apoiado pela prefeitura local, o que dificulta o sucesso da campanha de Juliana.

A brasileira atua há quatorze anos em campanhas pleos Direitos Animais e fez amigos na França. A feira onde Watson apareceu é organizada pela ONG L214 e chama-se Vegan place (Lugar Vegano). Como sempre faz, Juliana estava por lá com sua faixa pedindo apoio aos animais brasileiros e revendo os amigos da L214. Como já conhecia Paul de outras ações, perguntou se ele poderia apoiar sua campanha. “Fui na cara dura.” – brincou a ativista, em contato com o Vista-se na manhã desta quarta-feira (6).

Segundo Juliana, o capitão Paul Watson foi extremamente simpático e fez questão de posar com a faixa para fotos. Depois, publicou em seu perfil pessoal no Facebook sobre a campanha e pedindo assinaturas para acabar com o sofrimento dos animais de Petrópolis (veja aqui).

A campanha de Juliana já conta com cerca de 60 mil assinaturas e dezenas de fotos de apoio. Se você também quiser ajudar a pressionar as autoridades de Petrópolis a abolir o uso de animais no turismo local, assine a petição (assine aqui) e acompanhe pela página no Facebook (curta aqui).

Publicidade:

Compartilhe:FacebookTwitterGoogle+tumblrEmail